Atirador mata 18 crianças e professora em escola dos EUA; acompanhe

Mulheres consternadas lado a lado

Crédito, Reuters

Legenda da foto,

Pessoas choram perto de centro cívico para onde crianças que sobreviveram a ataque foram levadas

Pelo menos 18 crianças e uma professora morreram em um tiroteio em uma escola primária no Texas, Estados Unidos, nesta terça-feira (24/5). O atirador, de 18 anos, foi alvejado e morto por policiais.

O ataque ocorreu na escola Robb Elementary School, na cidade de Uvalde. Os alunos vitimados eram crianças com idade entre 7 e 10 anos, aproximadamente.

A KSAT-TV, afiliada à rede de TV ABC News, identificou a professora morta como Eva Mireles, uma professora de alunos com idade entre 9 e 10 anos.

O atirador também pode ter matado sua própria avó no início do tiroteio, de acordo com a rede CBS, parceira da BBC nos EUA, e estava armado com um revólver, um rifle AR-15 e carregadores de alta capacidade.

Um porta-voz da polícia em Uvalde disse que o agressor “agiu sozinho neste crime hediondo”.

O Distrito Escolar Independente Consolidado de Uvalde — a cerca de 135 quilômetros a oeste da cidade de San Antonio — afirmou à BBC que os alunos foram evacuados da escola. Pouco menos de 500 estudantes estão matriculados no colégio.

A população foi orientada a ficar longe do local enquanto a polícia investiga a cena do crime. O FBI, a polícia federal americana, se juntou às investigações.

Crédito, Reuters

Legenda da foto,

Escola tem cerca de 500 alunos matriculados

Em um discurso na Casa Branca, o presidente dos EUA, Joe Biden, disse estar “cansado” de reagir a tiroteios em massa e defendeu o maior controle de armas. Ele ordenou que as bandeiras da Casa Branca e de outros prédios federais dos EUA fossem colocadas em meia-haste em homenagem às vítimas de Uvalde.

O hospital Uvalde Memorial postou no Facebook que 13 crianças foram levadas ao hospital “por meio de ambulâncias ou ônibus”. Duas pessoas morreram ao chegar ao hospital.

O último dia de aulas para os alunos do distrito escolar estava marcado para quinta-feira. Os alunos da escola secundária local em Uvalde, uma comunidade de cerca de 16 mil habitantes, iriam se formar na sexta-feira.

O tiroteio aconteceu em meio a um aumento da violência armada nos Estados Unidos, com 26 registros de ataques a escolas no ano passado, segundo a EdWeek, uma publicação especializada em educação.

Exercícios de proteção contra atiradores são uma parte comum do currículo escolar no país, do ensino fundamental até o médio.

O tiroteio de 2012 na Sandy Hook Elementary School em Connecticut chocou os americanos. Vinte das 26 vítimas desse ataque, realizado por um jovem de 20 anos, tinham entre cinco e seis anos.

Um relatório de 2020 do Government Accountability Office dos EUA apontou que dois terços de todos os tiroteios em escolas americanas acontecem no ensino médio e que os tiroteios nas escolas primárias tendem mais a ser acidentais.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Fonte: BBC

Marcações: