Donos de cães são alertados sobre doença infecciosa se espalhando rapidamente pelo sul da Flórida

O Miami-Dade County Animal Services emitiu um alerta para os  donos de cães monitorarem seus animais de estimação, pois uma nova doença contagiosa se espalha entre os caninos do sul da Flórida. Segundo um comunicado emitido pelo órgão semana passada, trata-se de CIRDC (Complexo de Doenças Respiratórias Infecciosas, na tradução da sigla em português). A enfermidade é causada por um vírus e provoca tosse, secreção nasal e nos olhos, e dificuldade para respirar nos animais. Humanos e gatos não podem ser infectados.

O CIRDC  é transmitido pelo contato direto entre um cão doente e outro. O Animal Services pede que animais com os sintomas sejam vacinados e mantidos longe de parques e locais de convívio com outros cachorros. O vírus pode ser transportado nas roupas das pessoas, nas mãos e em itens como tigelas de comida e água, coleiras, brinquedos, etc. A instituição que realiza eventos periódicos de adoção e campanhas de vacinação, suspendeu temporariamente essas atividades para evitar a propagação da doença. Especialistas alertam, no entanto, que não há razão para pânico, pois não há relatos de mortes de cães causadas pela infecção, e o vírus pode ser facilmente morto pela maioria dos desinfetantes. “Lave as mãos com água e sabão, mantenha tigelas e brinquedos limpos e desinfetados”, diz a entidade. Além disso, seu melhor amigo pode ser colocado em um regime de antibióticos. O período de incubação do vírus é de três e dez dias. No caso de infecção, pode durar de duas semanas a um mês.

Fonte: AcheiUSA