Royal Caribbean fechou os primeiros 4 meses do ano com perda de $1.44 Bilhão

 

O coronavirus forçou as empresas de cruzeiro a cancelarem todos os serviços desde março.
Com isso, a Royal Caribbean, uma das maiores empresas do mundo no setor, acabou de anunciar que fechou o primeiro quadrimestre do ano com perdas de 1.44 bilhão.

As ações da empresa caíram 68% desde janeiro, segundo a empresa. Por meio de nota, a Royal Caribbean anunciou que o principal desafio será como a empresa vai encarar os desafios que tem pela frente.

“Nossos navios vão voltar a navegar pelos oceanos em um mundo diferente, vamos trabalhar para antecipar e resolver os problemas nesse novo ambiente, repleto de desafios”, destacou a nota que fez questão de elogiar os funcionários.

“O foco, dedicação, capacidade de improviso dos nossos funcionários foram incríveis”.

As empresas de cruzeiro no mundo foram obrigadas a suspender os serviços em março. Atualmente essas companhias estão sob ordens explicitas do Centers for Disease Control and Prevention (CDC) de não operar nos portos dos Estados Unidos – no mínimo – até julho.

A empresa disse em seu comunicado à imprensa que a volta das operações também envolve um plano de saúde pública e vigilância sanitária.

O Presidente da Royal Caribbean, Michael Bayley, disse em entrevista ao Orlando Sentinel que crise não é novidade no setor. “Eu me lembro que, depois dos atentados terroristas de 11 de setembro, muita gente falava que viajar era coisa do passado, mas nós nos ajustamos para continuar operando”, analisa Bayley.

Até o dia 30 de abril, a empresa reembolsou 45% dos clientes com viagem paga, desembolsando $2,4 bilhões de dólares. Os outros 55% concordaram em ficar com crédito para viagens até 2022. Com informações do Orlando Sentinel.

Related Images:

[See image gallery at gazetanews.com]

O post Royal Caribbean fechou os primeiros 4 meses do ano com perda de $1.44 Bilhão apareceu primeiro em Gazeta News: O maior Jornal Brasileiro da Florida, nos EUA.

Fonte: Gazeta News