O antro de comunistas no banheiro do McDonald’s

Quando visitei o país comunista Estados Unidos da América, ainda no século passado, fui levado por amigos a um bar numa comunidade hippie na costa da Califórnia, um pouco ao norte de São Francisco.

Depois de uma ou outra cerveja, precisei fazer xixi. Alguém me apontou o caminho dos banheiros e, ao chegar lá, surpresa: as portinhas não eram separadas por sexo.

Em vez disso, um reservado se destinava a pessoas com iniciais de “A” a “M”; o outro, para portadores de nomes que começassem de “N” a “Z”. Fiquei confuso, pois não sabia se valia o prenome (“Marcos”) ou o sobrenome (“Nogueira”).

Na dúvida, escolhi qualquer um. Tratava-se, evidentemente, de uma brincadeira dos donos do estabelecimento.

A divisão de banheiros por sexo ou outro tipo de afinidade identitária é aconselhável quando há gente se trocando na área das pias –como, por exemplo, em vestiários de clubes e academias.

Se o lavatório é aberto e comum, pouco interessa quem vai ocupar as cabines individuais. Homens e mulheres produzem excreções, ruídos e odores. Já tinha banheiro unissex na finada danceteria Aeroanta, nos anos 1980, e ninguém se escandalizava com isso.

Aí, em pleno 2021, vem uma tia do zap bolsonarista denunciar –atenção ao termo: denunciar– um McDonald’s em Bauru (SP) por promover o comunismo ao oferecer cabines fechadas e individuais de uso livre para qualquer sexo ou gênero. A prefeita da cidade, da mesma laia, resolveu multar a lanchonete por infração sanitária.

Tenho algumas perguntas a fazer para essas senhoras.

Vocês separam os banheiros de casa por sexo ou apenas têm um nos fundos, minúsculo e com louça inferior, reservado para a empregada?

Vocês dão escândalo e espalham vídeos no zap quando meninos e meninas usam o mesmo banheiro na casa de um amigo?

Se o banheiro feminino está fechado para manutenção, vocês vão ao masculino ou fazem xixi no copinho?

O que vocês sugerem para negócios pequenos, com espaço apenas para um vaso sanitário? Rodízio? Homens nas horas pares e mulheres nas ímpares?

A senhora prefeita tem alguma noção de normas sanitárias e suas infrações?

Vocês fazem alguma ideia do que é comunismo?

Vocês fazem ideia do que é o McDonald’s?

Das duas, uma: ou o Méqui virou um antro de comunistas infiltrados ou o Foro de Bauru está conspirando contra os sanduíches concorrentes.

Fonte: Folha de S.Paulo

Comentários Facebook