Imigração ilegal pela fronteira atinge o maior patamar em 22 anos 

Mais de 220 mil imigrantes indocumentados foram presos na fronteira dos Estados Unidos com o México em março. O número é o mais alto já registrado desde 2000, de acordo com informações do Departamento de Homeland Security (DHS).

Agentes do Customs and Border Protection (CBP) processaram 221.303 estrangeiros, um número 33% mais alta que em fevereiro. Desse total, 169 mil eram adultos sozinhos (76%). O número de famílias que atravessaram a fronteira foi de 37 mil e 14 mil crianças chegaram desacompanhadas. 

A maioria dos imigrantes são do México, seguidos por imigrantes da Guatemala, Honduras e El Salvador. 

Do total, 40% eram pessoas vindas de países fora da América Central, como Colômbia, Brasil, Venezuela e Haiti. 

A quantidade de ucranianos que se apresentaram na fronteira buscando asilo foi de 3.274, número nunca registrado. 

Fim da Title 42

O governo Biden está sendo atacado por querer acabar com o Title 42, que é a deportação sumária de imigrantes na fronteira com base na pandemia de covid-19. A expectativa é que a medida seja encerrada no dia 23 de maio.

Em março, 81% dos imigrantes vindos do México e da América Central foram mandados de volta aos seus países baseados no Title 42. Apenas 2% dos imigrantes de outras nações foram deportados sumariamente. 

Desde março de 2020, 1,8 milhão de estrangeiros foram expulsos da fronteira com base nesta medida.

Fonte: AcheiUSA