França não exige mais teste de Covid-19, apenas vacinação

Os viajantes que receberam as vacinas aprovadas pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA) podem embarcar para a França sem fazer nenhum teste de Covid-19. A informação foi atualizada no site da Embaixada da França no Brasil na segunda-feira (14).

Dessa forma, para viajar ao país basta apresentar o comprovante de vacinação com a dose única da Janssen administrada há pelo menos 28 dias ou com segunda da Pfizer, AstraZeneca e Moderna aplicada há pelo menos 7 dias. Aqueles que receberam a Coronavac não serão impedidos de entrar no território francês desde que tenham recebido há no mínimo 7 dias a dose de reforço da Pfizer (não pode ser Janssen, Astrazeneca ou Coronavac).

Como o Brasil é classificado pela França como um país com circulação ativa do coronavírus, é preciso também preencher uma declaração de honra (Engagement sur l’honneur, em francês), cujo modelo está disponível nesta página.

Crianças 

As crianças de até 12 anos não precisam apresentar comprovante de vacinação e nem resultado negativo para um teste de Covid-19. As crianças a partir de 12 e até 15 anos também não precisam estar vacinadas, mas devem ter resultado negativo para um teste de antígeno ou RT-PCR feito até 24 horas antes do embarque. A partir dos 16 anos, é preciso comprovar a vacinação apenas.

Passe sanitário

A França exige a apresentação de um passe sanitário para liberar a entrada em cafés, bares, restaurantes, cinemas, teatros, shoppings, museus, atrações turísticas e transportes públicos de longa distância. O documento deve ser obtido após a chegada ao país. 

Para isso, basta acessar o site sante.fr e buscar a farmácia credenciada mais próxima, onde os viajantes deverão efetuar o pagamento de 36 e mostrar o passaporte e o comprovante de vacinação original impresso. É preciso ter recebido a segunda dose da Pfizer, Moderna ou AstraZeneca há 7 dias ou a dose única da Janssen há 4 semanas.

Caso você tenha mais de 18 anos e já tenham se passado quatro meses da aplicação da sua segunda dose ou da dose única, é preciso ter tomado também a dose de reforço da Pfizer (não pode ser Janssen, Astrazeneca ou Coronavac). A terceira dose não está sendo pedida para aqueles que têm entre 16 e 18 anos.

Continua após a publicidade

O passe sanitário, que nada mais é do que um QR Code, fica pronto na hora. Ele pode ser apresentado impresso ou na própria tela do celular através do aplicativo TousAntiCovid nos estabelecimentos onde for solicitado.

Muitas pessoas têm relatado, no entanto, que na prática o certificado digital de vacinação emitido através do Conecte SUS também é aceito. Os aparelhos franceses não conseguem ler o QR Code gerado pelo Conecte SUS, mas alguns funcionários têm feito a conferência simplesmente checando no aplicativo brasileiro o nome da vacina e a data da segunda dose (ou dose única).

Leia tudo sobre a França

Busque hospedagem na França

Resolva sua viagem aqui

Continua após a publicidade

Fonte: Viagem e Turismo