Novas rotas de trem reaquecem o turismo sobre trilhos na Europa

As longas jornadas de trem, tão recorrentes e romantizadas nos livros e filmes, foram ficando obsoletas de uns tempos para cá. Esse estilo de viagem, que era relativamente comum décadas atrás, perdeu espaço para os preços baixíssimos das companhias aéreas low cost, especialmente na Europa. Porém, algumas empresas ferroviárias estão apostando em novas rotas para virar o jogo e fazer com que o turismo sobre trilhos volte a crescer.

O movimento vai ao encontro dos objetivos ambientais da União Europeia, que pretende acabar com a fabricação de automóveis a combustão a partir de 2035. Os trens são uma alternativa mais verde de viajar porque emitem 20 vezes menos gás carbônico na atmosfera quando comparados aos meios de transporte rodoviários e aéreos.

Do ponto de vista do viajante, entre as vantagens está curtir a paisagem da janelinha e poder desembarcar direto no coração das cidades, ao invés de ter que passar por todos os trâmites dos aeroportos, que também costumam ficar distantes dos centros. Confira, a seguir, algumas dessas novas rotas de trens:

Partindo de Paris

Focada justamente na sustentabilidade, a startup francesa Midnight Mass planeja lançar doze rotas de trens noturnos partindo de Paris, na França. A previsão é que esses “hotéis sobre trilhos”, como são descritos pela empresa, comecem a circular em 2024, ligando a Cidade Luz a destinos como Edimburgo, na Escócia, Copenhague, na Dinamarca, e Porto, em Portugal

Enquanto a viagem corre madrugada a dentro, os hóspedes-passageiros poderão se espalhar pelo restaurante, pelo bar ou pelas cabines com banheiros privativos, que terão capacidade para hospedar desde viajantes solo até famílias inteiras. Também estará à disposição um serviço de concierge, operado por aplicativo. Quer brindar a experiência com um champagne? É só pedir pelo celular que a garrafa irá até você.

Continua após a publicidade
Balcão de bar
Modelo de bar disponível no Midnight Train. Crédito: Midnight Train/Reprodução
Cabine interna do Midnight Train
A startup francesa promete camas confortáveis em todas as cabines. Crédito: Midnight Train/Divulgação

Pela Itália

O Treno della Dolce Vita viajará a Itália de norte a sul em grande estilo a partir de 2023. A ideia é viajar lentamente a bordo de trens de 11 vagões com decoração vintage, inspirada principalmente nos anos 1970. Cada um terá 12 cabines de luxo e 20 suítes, com capacidade total para cerca de 60 passageiros, além de bar com entretenimento ao vivo e restaurante para jantares sofisticados. O novo serviço é fruto de uma parceria entre a Trenitalia, companhia ferroviária estatal italiana, e a Arsenale Spa, uma empresa do segmento de hospedagens de luxo. Apesar de não revelar detalhes da aparência dos trens, o vídeo de divulgação mostra algumas das rotas que serão comercializadas pelo Treno della Dolce Vita, nome que homenageia o filme de 1960 de Frederico Fellini.

No total, serão 10 rotas passando por 14 regiões e 128 cidades do país. Embora os itinerários de uma a três noites incluam regiões queridinhas como a Toscana, eles também percorrerão pedaços menos conhecidos da Bota, como as montanhas de Sila na Calábria e as ruínas de Matera, na Basilicata. Também chamam atenção os roteiros temáticos. O “Treno del Tartufo e del Vino”, por exemplo, tem paradas em cidades escolhidas a dedo para degustação de espumante e trufas no norte da Itália. Já o “La Sicilia Barocca” desbrava a beleza das construções barrocas sicilianas.

Pelo Leste Europeu

O turismo sobre trilhos não se resume ao luxo. Porém, é preciso deixar claras algumas diferenças. No Midnight Mass e no Treno della Dolce Vitta, a proposta é semelhante a de cruzeiro: se deslocar de um ponto a outro, com paradas em cidades atraentes, ao mesmo tempo em que curte a infraestrutura a bordo, a viagem em si. Mas também existem empresas ferroviárias econômicas que atuam quase da mesma forma que um busão noturno. É o caso da RegioJet, que está no mercado de viagens ferroviárias há anos com sede na República Tcheca.

A empresa oferece trens noturnos da capital Praga até Kosice, na Eslováquia, e Split, na Croácia, mas pretende lançar duas novas rotas em um futuro próximo. A primeira, prevista para o final de 2021, também partirá de Praga, mas passará por Przemyśl, na Polônia, e terminará em Lviv, na Ucrânia. A segunda viagem será lançada em parceria com a startup alemã European Sleeper em abril de 2022. O ponto de partida será Bruxelas, na Bélgica, mas o trem seguirá até Praga antes de continuar por Amsterdã, na Holanda, e Berlim, na Alemanha. Neste percurso, os preços das passagens incluirão café da manhã e wi-fi.

Leito dentro de trem noturno da RegioJet
Cabine em um dos trens noturnos da RegioJet, que atualmente ligam a República Tcheca à Eslováquia e à Croácia. Crédito: RegioJet/Reprodução
Restaurante dentro do trem noturno da RegioJet
Os trens da RegioJet costumam ter restaurantes para refeições a bordo. Crédito: RegioJet/Reprodução
  • Resolva sua viagem aqui

    Continua após a publicidade

    Fonte: Viagem e Turismo

    Comentários Facebook