México encontra 652 ilegais dentro de 3 contêineres. 198 eram menores de idade desacompanhados

Soldados no nordeste do México encontraram 652 migrantes da América Central em três contêineres refrigerados e lacrados. A Agência de Imigração Mexicana informou isso na sexta-feira. É raro encontrar um grupo desse tamanho. Os migrantes, principalmente da vizinha Guatemala, tinham pouco ar e nenhum alimento ou água nos contêineres.

Eles foram entregues às autoridades estaduais de Tamaulipas. Os migrantes, incluindo 349 menores, teriam sido vítimas de contrabandistas de pessoas. 198 dos menores não estavam acompanhados por um adulto.

Os caminhões que transportavam os contêineres teriam sido parados em um posto de controle militar na vila de Hidalgo, a 300 quilômetros da fronteira com os Estados Unidos. Quatro pessoas foram presas. Parece que pelo menos nove imigrantes tiveram teste positivo para o coronavírus. O número de imigrantes detidos nos Estados Unidos após cruzarem ilegalmente a fronteira com o México aumentou drasticamente este ano. Em julho e agosto, mais de 200.000 pessoas foram afetadas, muitas delas menores desacompanhados.

Agência de Proteção Ambiental

A maioria dos migrantes que tentam cruzar a fronteira vem do México, Guatemala, Honduras e El Salvador, onde a pobreza, a violência e a corrupção são comuns. Os países também foram atingidos por desastres naturais, como inundações, secas e ciclones. Pessoas de outros países da região, como Haiti, Cuba e Venezuela, também estão tentando viajar para os Estados Unidos via México. Freqüentemente, eles já são parados no México e enviados de volta.

Fonte: Brazilian Press

Comentários Facebook