“Não vou sair da Presidência com a pecha de falcatrua”, diz Temer

20/01/201802h00Na sua primeira declaração sobre o de quatro vice-presidentes da Caixa, o presidente Michel Temer disse que não vai concluir seu mandato com a pecha de um “sujeito que incorreu em falcatruas”.
Temer recebeu a Folha em seu escritório de advocacia, em São Paulo, na quinta (18). Ele nega que tenha demorado a afastar os vice suspeitos de corrupção -a decisão foi tomada por ele na terça (16).
O presidente se defende de possíveis práticas suspeitas na sua relação com essas pessoas. Diz ainda que eles podem voltar aos cargos no banco e não descarta manter a prática de aceitar indicações políticas para essas funções.
*
Folha – O Ministério Público havia sugerido ao senhor o afastamento dos vice-presidentes em dezembro. Por que isso só ocorreu agora?
Michel Temer – Não sugeriu a mim, não recebi nenhuma comunicação. Foi um ofício ao chefe da Casa Civil que, por sua vez, encaminhou ao Ministério da Fazenda, que encaminhou à Caixa. Essas coisas você não faz a toque de caixa.
Quando me chegou aos ouvidos que o Banco Central havia o afastamento, tomei a cautela de afastá-los para que o Conselho da Caixa possa examinar o assunto, dando-lhes o direito à ampla defesa.

Fonte: Folha de S.Paulo

Marcações: