Casal é deportado para o Peru depois de 25 anos nos EUA

Por exatos 25 anos, seis meses e 22 dias o casal Miguel Torres-Bruno viveu em Davenport, na Flórida Central, com o filho Juan Miguel, de 25 anos, que chegou aos EUA com os pais em 1993 com visto de turista. Depois de uma longa batalha, com check-ins periódicos no U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE) e um processo de asilo perdido, eles foram deportados para o Peru no dia 3 de janeiro.

“Este país maravilhoso (EUA) nos deu oportunidade e segurança, mas vivíamos com medo e angústia. Mas Deus só dá as batalhas mais difíceis aos seus melhores soldados”, disse Miguel, que acrescentou que agora finalmente eles podem vivem em liberdade no Peru.

O casal deixou o Miami International Airport no dia 3 de janeiro por determinação final do ICE. Eles não tinham nenhuma passagem pela polícia. O filho do casal, formado pela University of Central Florida (UCF) é beneficiário do DACA até setembro de 2019. Depois disso, não sabe se poderá renovar o benefício.

Na época que chegaram, o casal deu entrada em um processo de asilo político devido à onda de ataques terroristas em Lima, Peru, naquela época. O processo foi negado, mas eles obtiveram o direito de permanecer nos EUA desde que fizessem check-ins na imigração até o caso deles ser reaberto e julgado novamente. Em dezembro, o ICE emitiu uma ordem final de deportação para o casal.

“Nós fizemos tudo o que estava em nosso alcance. Agora temos que reinventar nossas vidas e começas do zero, como fizemos aos 20 anos de idade”, completou Miguel. (Com informações da Univision e Orlando Sentinel).

Fonte: AcheiUSA

Comentários Facebook