Centenas de agentes do TSA faltam no trabalho por causa de paralisação do governo

Centenas de funcionários do Transportation Security Administration, que estão obrigados a trabalhar sem pagamento durante a paralisação parcial do governo, não compareceram para trabalhar nesta semana em pelo menos quatro aeroportos principais dos Estados Unidos, segundo dois altos funcionários da agência e três funcionários do sindicato do TSA.

As faltas em massa poderiam inevitavelmente significar que as viagens aéreas estão menos seguras, especialmente à medida que a paralisação entra em sua segunda semana sem um fim claro.

“Isso definitivamente afetará o público viajante que nós juramos proteger”, disse à CNN Hydrick Thomas, presidente do sindicato nacional dos funcionários da TSA.

O porta-voz da TSA, Michael Bilello, disse que a agência está “monitorando de perto a situação” e que “os tempos de espera permanecem dentro dos padrões da TSA”, embora isso possa mudar se o número de faltas de funcionários aumentar.

No Aeroporto Internacional John F. Kennedy, em Nova York, cerca de 170 funcionários da TSA faltaram todos os dias esta semana. Oficiais de um turno da manhã foram obrigados a trabalhar horas extras para cobrir as lacunas.

As faltas aumentaram em 200% a 300% no Aeroporto Internacional de Dallas-Fort Worth, onde normalmente 25 a 30 funcionários da TSA faltam em um turno médio, de acordo com um funcionário da TSA local familiarizado com a situação.

Funcionários da União enfatizam que as ausências não fazem parte de uma ação organizada, mas acreditam que o número de pessoas que faltam provavelmente aumentará.

“Esse problema de faltas realmente explodirá na próxima semana ou duas quando os funcionários não receberem seus primeiro salários”, disse um funcionário do sindicato do Aeroporto Internacional Dallas-Fort Worth. “Os agentes da TSA estão dizendo ao sindicato que eles encontrarão outra maneira de ganhar dinheiro. Isso significa apelar para outros empregos”.

Os aeroportos da Carolina do Norte, incluindo Charlotte e Raleigh-Durham, tiveram um aumento de 10% em faltas de funcionários, de acordo com Mac Johnson, o presidente do sindicato local. “Esse número vai piorar à medida que isso se arrastar”.

A falta de funcionários está “criando uma vulnerabilidade” e as checagens de segurança nos aeroportos estão “fazendo mais com menos”, disse Johnson.

Duas das fontes, que são autoridades federais, descreveram os problemas como protestos pelo atraso no pagamento.

Um funcionário do sindicato, no entanto, disse que enquanto alguns funcionários estão chateados com a falta de pagamento, outros disseram que estão faltando por razões mais práticas. Os pais solteiros não podem mais pagar por creches ou estão encontrando empregos que pagam em dinheiro fora do trabalho do governo para pagar as contas, por exemplo.

Paralisação

Cerca de um quarto do governo, incluindo o TSA e o Departamento de Segurança Interna, está sem financiamento desde 22 de dezembro. Cerca de 55 mil funcionários do TSA que rastreiam cerca de 800 milhões de passageiros por ano são considerados essenciais e estão entre os 420 mil trabalhadores federais que devem continuar trabalhando sem pagamento.

“As faltas começaram no período de férias e aumentaram, mas estão causando um impacto mínimo, pois há 51.739 funcionários apoiando o processo de triagem”, disse Bilello à CNN em um comunicado, acrescentando que o TSA lidou com 2,2 milhões de passageiros no dia 3 e 99,8% esperaram menos de 30 minutos. “A eficácia da segurança não será comprometida e os padrões de desempenho não serão alterados”.

O TSA disse ainda que funcionários serão compensados eventualmente.

O presidente Donald Trump e líderes do Congresso se reuniram na sexta-feira, dia 4, na Casa Branca e não estão perto de resolver o impasse. Uma paralisação pode durar meses ou mesmo anos, disse o líder da minoria do Senado, Chuck Schumer, segundo Trump. Com informações da CNN

O post Centenas de agentes do TSA faltam no trabalho por causa de paralisação do governo apareceu primeiro em .

Fonte: Gazeta News

Comentários Facebook