Imigrantes grávidas só serão detidas pelo ICE em casos extremos

O U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE) só vai prender imigrantes grávidas, puérperas e mulheres que estão amamentando em situações de ameaça à segurança nacional. De acordo com memorando enviado a congressistas e às agências imigratórias, as mudanças “refletem o nosso comprometimento em tratar todos os indivíduos com respeito e dignidade”.

A decisão foi tomada depois que um levantamento do Government Accountability Office mostrou que mais de 4.500 imigrantes grávidas foram presas pelo ICE entre 2016 e 2018.

“O ICE está comprometido em garantir a integridade do sistema imigratório, mas preservando a saúde o bem-estar de mulheres grávidas, no pós-parto e que estejam amamentando seus filhos”, disse o diretor do ICE, Tae D. Johnson em nota enviada a congressistas. “Mulheres nessas condições não devem ser presas, a não ser que representem um risco para a segurança nacional. Estamos comprometidos em tratar todos os indivíduos com respeito e dignidade.

Entidades pró-imigrantes comemoraram a decisão. “Essa ação do governo Biden é muito bem-vinda e mostra um tratamento mais humano com relação às imigrantes grávidas, no pós-parto e que estejam amamentando”, afirma Eunice Cho, advogada da American Civil Liberties Union.

The post Imigrantes grávidas só serão detidas pelo ICE em casos extremos first appeared on AcheiUSA. Fonte: AcheiUSA

Comentários Facebook