Internauta morre de coronavírus após considerá-lo “golpe político”

John W McDaniel Internauta morre de coronavírus após considerá lo golpe político
“A loucura tem que parar”, postou John W. McDaniel, de 60 anos, nas redes sociais (Foto: Facebook)

John W. McDaniel foi a primeira vítima fatal do vírus no Condado de Marion, Ohio

Um morador em Ohio que considerou a pandemia de coronavírus uma “manobra política” e a quarentena no estado “bobagem” morreu de COVID-19, segundo relatos. John W. McDaniel, de 60 anos, faleceu na quarta-feira (14) em Columbus; exatamente um mês depois de ter postado online uma série de mensagens raivosas sobre o contágio.

“Alguém tem a coragem de dizer que este COVID-19 é uma manobra política? Perguntando a um amigo. Prove que estou errado ”, postou o internauta em 13 de março, conforme a imprensa local.

Dois dias depois, McDaniel supostamente chamou de “bobagem” o pedido do governador de Ohio, Mike DeWine, para fechar bares e restaurantes.

“Ele não tem essa autoridade. Se você está paranóico em ficar doente, não saia. Isso não deve impedir que nós vivamos nossas vidas “, postou ele.

“A loucura tem que parar”.

Desde então, as postagens foram apagadas, entretanto, foram armazenadas e compartilhadas amplamente nas mídias sociais, inclusive pela especialista em coronavírus, Dra. Dena Grayson. O obituário de McDaniel confirmou que ele morreu “com sua família amorosa ao lado devido às complicações do Covid-19”. Ele foi a primeira vítima fatal do vírus no Condado de Marion, publicou o jornal Marion Star.

Em nítido contraste com as postagens feitas por ele, sua família pediu no obituário dele que “todos continuem praticando o distanciamento social para se manterem seguros”.
McDaniel deixou uma esposa e dois filhos e teve um funeral ao vivo na quarta-feira (22). “Você não poderia ter conhecido um marido, pai, filho, irmão, tio e amigo mais amoroso e leal”, disse o obituário. “Simplificando, Johnny McDaniel amava a vida e amava todos que conhecia de todo o coração”.

Fonte: Brazilian Voice