Uso de máscara em escolas da Flórida gera divisões políticas e debate entre educadores

Educadores pedem que alunos de escolas públicas usem máscara na volta às aulas

 

Enquanto o governador Ron DeSantis defende que o uso de máscara nas escolas é opcional, a questão do uso gerou divisões políticas na Flórida, principalmente nas escolas. Há contestações, debates, principalmente nas escolas públicas do Condado de Broward

 

Da Redação

O governador Ron DeSantis na manhã de quinta-feira teve telefonemas particulares com o presidente do Senado Wilton Simpson e o presidente da Câmara, Chris Sprowls, alimentando especulações de que a legislatura pode convocar uma sessão especial para considerar proibir mandatos de máscaras em distritos escolares.

Os telefonemas acontecem enquanto DeSantis aumenta as conversas sobre convocar uma sessão especial sobre o assunto se o governo federal ou distritos escolares da Flórida implementarem mandatos de máscara para os alunos. Alguns distritos, incluindo as escolas públicas do Condado de Broward, votaram esta semana para restabelecer ou manter os mandatos de máscara nas escolas enquanto as crianças se preparam para retornar ao aprendizado presencial em agosto.

As decisões vêm dois dias depois que os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA recomendaram que todos, vacinados ou não, usassem uma máscara dentro de casa nas escolas em resposta ao aumento de casos de coronavírus ligados à variante delta altamente infecciosa da Covid-19.

O mandato da máscara escolar imposto pelas Escolas Públicas do Condado de Broward chamou a atenção do governador na quinta-feira. Em um comunicado, seu escritório disse que a questão “será abordada”.

A questão do uso de máscaras gerou divisões políticas na Flórida, principalmente nas escolas. DeSantis tem criticado veementemente os mandatos das máscaras para crianças, muitas vezes dizendo que é uma política ruim e baseada em poucas evidências.

Enquanto o debate sobre as máscaras nas escolas estava esquentando em algumas reuniões do conselho escolar, DeSantis estava zombando das novas diretrizes federais sobre mandatos e bloqueios de máscaras em Utah enquanto discursava para o American Legislative Exchange Council.

 

Comunicado à imprensa

Em comunicado, a secretária de imprensa de DeSantis  informou que:“Como você provavelmente deve saber, o governador deu a entender na semana passada que o Legislativo teria uma sessão especial para garantir que todos os distritos escolares da Flórida fossem opcionais de máscara, para que os pais pudessem decidir o que é melhor para seus próprios filhos.”

DeSantis teve ligações com Simpson e Sprowls, os líderes republicanos das câmaras legislativas da Flórida, e teve reuniões e ligações com seus principais funcionários, incluindo aqueles que ajudam a definir a agenda legislativa do governador.

Simpson e Sprowls não responderam a várias ligações, mensagens de texto e e-mails feitos ou enviados desde terça-feira buscando comentários sobre a possibilidade de uma sessão especial. Na segunda-feira, DeSantis teve uma reunião a portas fechadas com um grupo de cientistas durante a qual ele mais uma vez falou sobre como o “Legislativo se sente fortemente” sobre a realização de uma sessão especial para proibir mandatos de máscaras nas escolas.

 

 

Fonte: Nossa Gente

Comentários Facebook