7 passeios para fazer com crianças em São Paulo

Chega o mês de julho e o dilema é sempre o mesmo: o que fazer com as crianças nas férias? O impasse é ainda maior agora, por causa da pandemia. Em anos “normais”, a Viagem e Turismo já estaria providenciando a lista das últimas novidades em Orlando ou uma seleção de destinos para despachar a garotada em um intercâmbio de um mês. Em 2021, o jeito é se lançar (com prudência, máscara e muito álcool em gel) na listona dos 24 melhores resorts do Brasil para se hospedar com crianças, por exemplo, ou investir em passeios de um dia que já servem para tirar um pouco os pequenos de dentro de casa – que, nos últimos tempos, se transformou na própria escola da qual eles estão de férias. Para quem mora em São Paulo, aqui vão algumas opções para fugir do trio Aquário-Parque da Mônica-Zoológico:

Cidade da Criança

O percurso de meia hora de carro da capital paulista até São Bernardo do Campo é também uma viagem no tempo. As atrações da Cidade da Criança, que se autoproclama o primeiro parque temático do Brasil, tem atrações classiconas que fazem os pais lembrarem da própria infância: barco viking, carrossel, elevador, carrinho de bate-bate, xícara maluca, roda gigante, elevador, teleférico… Mas o parque não está igual aos “velhos tempos”, no bom sentido: ele reabriu em 2020 após passar por uma renovação e desde então tem recebido boas críticas no Tripadvisor, salvo uma outra reclamação de fila no restaurante. Lá dentro, a Fazendinha Fala Bicho é oportunidade das crianças urbanóides descobrirem que os ovos e o leite não vêm da geladeira.

Onde? Rua Tasman, 301 – São Bernardo do Campo

Quando? De terça a domingo, das 9h às 17h

Quanto? R$ 70 por adulto ou criança

Escape Rooms

Opções de escape rooms para adultos e adolescentes não faltam em São Paulo, mas alguns estabelecimentos ganharam versões mirins, com cenários divertidos e dicas mais simples, pensadas especialmente para as crianças. Na unidade de Pinheiros do Escape60, a tarefa dos pequenos pode ser descobrir onde o Chaves foi parar depois de entrar na casa da Bruxa do 71; ajudar Max, Flor e Zeca, os Detetives do Prédio Azul (D.P.A), a encontrar o leque da Vó Berta; ou proteger a fórmula secreta do hambúrguer de siri junto com o Bob Esponja. Outra opção é o Escape Júnior, com cinco salas temáticas: “O porão do navio pirata”, “O sótão do colégio”, “Roubo no museu”, “A cabana” e “O laboratório do Dr. Maquiavel”.

Onde? Rua Henrique Schaumann, 717 – Pinheiros (Escape60) ou Rua Brentano, 513 – Vila Leopoldina (Escape Júnior)

Quando? Diariamente, das 10h às 22h (Escape60) ou De terça a domingo, das 10h às 19h30 (Escape Júnior)

Quanto? R$ 89,90 por pessoa (Escape60) ou R$ 65 por pessoa (Escape Júnior)

Floresta Park

A proposta do Floresta Park, em Campinas, é proporcionar um dia completo na natureza. Cada família recebe uma cesta com lanches naturais, bolos e frutas para fazer um piquenique ao ar livre, sempre respeitando um distanciamento de pelo menos 30 metros dos outros visitantes. As árvores típicas da Mata Atlântica fazem parte do cenário, onde não raro aparecem tucanos e macacos. Depois da refeição, as crianças podem plantar uma árvore, conhecer a horta, interagir com os animais da fazenda (atividade paga à parte, R$ 15) ou fazer alguma arte com os pincéis e as tintas que recebem de presente na chegada.

Onde? Veja as coordenadas para Waze ou Google Maps aqui

Quando? Aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 14h45

Quanto? R$ 59 por adulto e R$ 25 por criança

MagicCity

Passar o dia em um parque aquático pode parecer uma furada em julho, mas o MagicCity possui uma área com piscinas cobertas e aquecidas a 36ºC, além de parede de escalada e tirolesa. Em um dia especialmente ensolarado em Suzano, talvez dê para encarar as demais atrações aquáticas. No toboágua Maverick, os banhistas sobem em boias para chegar a 60km/h em um trajeto de 155 metros de comprimento que termina em uma rampa gigante. Outros destaques são as pistas do Nitro-X, onde a graça é apostar quem escorrega mais rápido até a linha de chegada, e o descidão quase vertical do escorregador Kamikah. Os babys não ficam de fora da brincadeira: além das piscinas infantis, com toboáguas menorzinhos, há uma piscina de ondas e um balde que, de tempos em tempos, despeja 60 mil litros de água de uma vez só.

Onde? Estrada do Pavoeiro, 8870 – Índio Tibiriçá – Suzano

Quando? Diariamente, das 10h às 17h

Quanto? A partir de R$ 29,90 por adulto e R$ 15 por criança (o preço pode variar de acordo com o dia)

Continua após a publicidade

Museu da Imaginação

O objetivo do Museu da Imaginação é resgatar a criatividade na hora de brincar. Pode parecer banal para quem é milennial, mas faz muito sentido para os pais e responsáveis da geração alpha, cuja imaginação pode ficar limitada pela facilidade de se entreter com as telas. São 2.000 m² divididos entre três espaços expositivos, que abordam da Vinci, Mondrian e os grandes monumentos da história da humanidade, mais 12 áreas lúdicas. Em uma, as crianças e os adultos são convidados a trabalhar em equipe para fazer uma roda girar usando pistolas d’água. Em outra, os pequenos brincam de construtores com blocos de espuma e carrinhos de mão. A estação de música tem instrumentos de verdade para os pimpolhos fazerem todo o barulho que quiserem. Vale checar ainda ainda a programação especial de julho, com oficinas de confecção de pipas, marca páginas e massinha.

Onde? Rua Ricardo Cavatton, 251 – Lapa de Baixo

Quando? De terça a domingo, das 10h às 13h e das 14h às 17h

Quanto? R$ 50 por adulto e R$ 70 por criança

PopHaus

A recém-inaugurada unidade do Tatuapé possui 15 brinquedões infláveis em um espaço parcialmente coberto onde a brincadeira não se resume a pular sem parar. Depois de descer pelo escorregador de 12 metros de altura, as crianças podem se enfiar dentro de bolhas para jogar futebol. Ou então tentar acertar bolas em um alvo e, na sequência, desafiar o amiguinho em uma luta de cotonetes gigantes. Ou quem sabe brincar de se abaixar para desviar de troncos de espuma que giram sem parar e emendar em uma corrida para ver quem escala um paredão mais rápido. Enfim, é para se jogar sem medo de cair, já que há sempre uma superfície inflável para amortecer a queda.

Onde? Rua Euclides Pacheco, 483 – Vila Gomes Cardim 

Quando? De terça a sábado, das 10h às 20h, e aos domingos, das 10h às 18h

Quanto? A partir de R$ 40 por hora em uma área (consulte os valores específicos aqui)

Smart Farm

O diferencial da Smart Farm é a ambientação de Velho Oeste. De resto, o espaço pode ser definido como a boa e velha fazendinha. São mais de 50 mil m² com 400 animais para a criançada ver de perto e, em alguns casos, interagir. Há búfalos, vacas, cavalos, burros, ovelhas, cabritos, avestruzes, perus, marrecos e também lhamas e alpacas. Na hora do almoço, o restaurante local serve comida caseira, sendo que há também um empório com queijos e doces típicos de fazenda.

Onde? Rodovia Presidente Dutra, km 214 – Cumbica – Guarulhos

Quando? De quarta a domingo, das 11h às 18h

Quanto? R$ 49,90 por adulto ou adolescente (13 a 59 anos) e R$ 29,90 por criança (2 a 12 anos)

  • Leia tudo sobre São Paulo

    Busque hospedagem em São Paulo

    Continua após a publicidade

    Fonte: Viagem e Turismo

    Comentários Facebook