Noticia – Comitiva Federal finaliza visita a Fernando de Noronha e cumpre agenda em Recife

Finalizando a agenda em Fernando de Noronha, o presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, acompanhando a Comitiva Federal composta pelo Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antonio e pelo Ministro da Educação, Milton Ribeiro, visitou o aeroporto da ilha, passando por todas as instalações que recebem turistas. Com entusiasmo e preocupação, o presidente Gilson ressaltou que, “muita coisa mudou desde a última vez em que estive em Noronha. Vi a melhoria dos banheiros e a iluminação da pista para voos noturnos. Um sinal de que a nossa presença onde o problema está traz resultado. A pista de pouso de decolagem, de 1800 metros, precisa de reforma urgente. Existem muitos buracos na pista, o que atrapalha as manobras das aeronaves”.

De volta a capital pernambucana, a Comitiva Federal, junto ao do Presidente da Fundação Joaquim Nabuco – Fundaj, Antonio Campos, dos Diretores da Embratur, Carlos Brito e Silvio Nascimento, e do Secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de Pernambuco, Lucas Ramos, visitaram o centro histórico de Recife e participaram da Assinatura do Protocolo de Intenções entre a Fundação e o Porto Digital. Este é o maior parque tecnológico do País, que agora passará a ter o seu próprio cinema. Para isso, o Porto Digital fechou uma parceria com a Fundação Joaquim Nabuco, instituição que ficará responsável pela administração da nova sala. A Fundaj possui mais dois cinemas (Derby e Museu) que integram a agenda cultural da capital pernambucana, figurando como referência na projeção de obras conceituadas da sétima arte.

“O Porto Digital é um parque tecnológico que abriga empresas de tecnologia da informação e de economia criativa. Para isso, dispomos de salas de empreendedorismo, incubadoras, aceleradoras, laboratórios e equipamentos de última geração para edição, montagem e mixagem de filmes. Esse cinema chega para complementar os equipamentos que disponibilizamos para os nossos empreendedores e para a população da nossa cidade”, ressalta o presidente do Porto Digital, Pierre Lucena. O cinema será aberto ao público e ocupará o 16º andar do Edifício Vasco Rodrigues, prédio que abrigava o antigo Banco do Estado de Pernambuco.

O presidente da Fundaj, Antônio Campos, além de expressar sua preocupação com a arte, ratificou o compromisso de lançar até o fim do ano, um Polo de Cinema, Vídeo e Áudio. “Ao embarcar no Porto Digital administrando um cinema, a Fundaj amplia seu núcleo de cinema da Instituição. Uma vez que assumimos a operacionalização do Cinema do Porto, teremos total liberdade para definirmos a programação e maior capilaridade na difusão do cinema de arte, com títulos que estão fora do circuito comercial, mas encontram lugar cativo entre o público cinéfilo do Estado. Até o fim do ano, esperamos lançar também um Polo de Cinema, Vídeo e Áudio”.

Dentre as contrapartidas da parceria, o Cinema do Porto destinará uma parcela dos bilhetes para as sessões aos moradores da Comunidade do Pilar, localizada no mesmo bairro. Exibições exclusivas para crianças da área e exibições acessíveis dos projetos Alumiar e Índigo também deverão ser ofertadas.

Além disso, foram conhecer o setor de inovação da Algar Telecom, chamado BRAIN. Fundada em 1954 na cidade de Uberlândia, Minas Gerais, por Alexandrino Garcia, com o propósito de facilitar a comunicação dos moradores de regiões consideradas remotas a Algar atualmente está presente em 16 estados, 359 cidades e no Distrito Federal. Tem 80 mil km de fibra ótica instalados.

Ao final do dia, o Presidente Gilson estabeleceu parceria com o Ministro da Educação para a inclusão de aulas de língua inglesa para os ilhéus, aqueles que trabalham diretamente com os turistas estrangeiros que chegam ao local. “Conheci em Manaus uma técnica utilizada num barco de pesca que somente contrata ribeirinhos e a população local. Por meio de substituições, os turistas estrangeiros conseguem se comunicar com a tripulação, e vice-versa, sobre todos os temas que são tratados durante uma pesca. Tenho certeza que esta técnica pode ser aprimorada e expandida para outras áreas do turismo”, destacou o presidente.

Fonte: Embratur

Comentários Facebook