Ensinando português de forma divertida

Um dos maiores desafios dos brasileiros que vivem nos EUA é fazer com que seus filhos se interessem pela língua portuguesa – mesmo diante de tantos estímulos externos, como na escola, falando tudo em inglês. “Não adianta forçar, a criança tem que sentir que aquilo é para ela, se identificar com a nossa cultura”, explica a especialista em ensino de idioma de herança, Bia Borinn.

Se os filhos só falam em inglês em casa, ela recomenda trocar as palavras pelo português aos poucos para evitar atritos na comunicação. É melhor começar a misturar palavras no dia-a-dia, como “obrigado”, “por favor”, “eu te amo”, e outras, ao invés de falar tudo só em português de repente. 

Para auxiliar os pais nessa tarefa, Bia e Mariana Leite, ambas formadas em Artes Cênicas pela Universidade de São Paulo e mães morando em Los Angeles, criaram há cinco anos a Brazilian Play & Learn (BPL), uma empresa especializada em ensino de português de forma divertida. “Usamos técnicas de teatro, brincadeiras e jogos”, diz Bia.

Além dos cursos presenciais e online, elas também promovem inúmeros eventos em Los Angeles ao longo do ano, em que a cultura brasileira é celebrada, tais como festa junina e carnaval. Há também piqueniques uma vez por mês e workshops por temporada, os chamados summer e winter camps.

Ensino online (Foto: Divulgação)
Ensino online (Foto: Divulgação)

A iniciativa vem dando tão certo que a dupla recentemente recebeu uma bolsa de apoio e reconhecimento da UCLA, a Universidade da Califórnia em Los Angeles, destinada a programas para promover a língua portuguesa e a cultura brasileira.

Mas se engana quem acha que a BPL só trabalha com crianças pequenas. Há cursos para todas as idades, inclusive para adultos que não necessariamente descendem de brasileiros e sim estão namorando ou casados com alguém dessa nacionalidade. Nesse caso, diz-se que estão aprendendo “português de afeto”.

Mais informações no site brazilianplayandlearn.com, no Instagram (@brazilianplayandlearn) e pelo e-mail [email protected]

FERRAMENTAS

Para auxiliar no ensino do português de herança, a BPL se prepara para lançar um podcast mensal, que trará convidados para tratar de educação plurilíngue.

Essa nova iniciativa vem se somar a dois projetos já encampados por Bia Borinn, o podcast “História de Boca”, que já está chegando a meio milhão de audições no Spotify e no Apple Podcasts. Nele, ela e convidados contam histórias infantis em português voltadas para a comunidade mirim no exterior.

A outra ferramenta lançada para ajudar no ensino do português é o livro recém-lançado de sua autoria, “EU: de onde vim, como sou e para onde vou?” (Tudo! Editora, 58 págs.), um diário interativo de atividades para incentivar a escrita, que está disponível na Amazon por $16,90 (impresso).

ANOTE NA AGENDA

PIQUENIQUE BRASILEIRO
Um junta-pratos com famílias brasileiras, com troca de livros usados, oficina de enfeites de árvore de Natal, roda de conversa sobre educação plurilíngue, venda de livros brasileiros. As atividades infantis programadas visam trabalhar o vocabulário de cores e formas em português.

Quando: Sábado, 17 de dezembro, do meio-dia às 14h.
Onde: Culver West Alexander Park (4162 Wade St, Los Angeles).
Quanto: Gratuito e aberto ao público de todas as idades.

WINTER CAMP
Oficina bilíngue para crianças de 3 a 10 anos, com ênfase em vocabulário básico, cores e formas, números, partes do corpo, animais, tudo num contexto de brincadeiras.

Quando: De 26 a 29 de dezembro, das 9h às 15h.
Onde: Garden of Angels Preschool (1009 18th St), em Santa Monica.
Quanto: $100 por dia.

Fonte: AcheiUSA