Mãe deportada e esposa de militar se reúne com família da Flórida Central

Alejandra Juarez, que tem dois filhos e é casada com um veterano da Guerra do Iraque, foi…

Alejandra Juarez, que tem dois filhos e é casada com um veterano da Guerra do Iraque, foi deportada para o México há três anos. Durante o fim de semana do Dia das Mães, ela conseguiu retornar aos Estados Unidos em Liberdade condicional humanitária. O deputado Darren Soto, de Orlando (FL), propôs a Protecting Patriot Spouses Act, que ajudaria cônjuges de militares como Juarez.

Além de ser casada com um militar norte-americano que lutou em uma guerra para defender o país, os dois filhos dela nasceram nos EUA.

A deportação aconteceu quando a Política de Tolerância Zero foi imposta pela Administração Trump.

Alejandra admitiu que entrou ilegalmente no país há cerca de 20 anos. Sua deportação foi iniciada após uma parada de trânsito. “Foi uma tortura, foi uma angústia, mas eu tinha esperança”, disse ela. Mas não foi isso que ocorreu e a mulher acabou deportada.

Mas no fim de semana do Dia das Mães, ela voltou aos EUA e se reuniu com sua família no Aeroporto Internacional de Orlando, o mesmo lugar onde ela e sua família estiveram juntas pela última vez antes da deportação.

“Quando meu marido foi a Cancún me buscar, ele me falou: ‘Eu disse, garota, você está voltando’”, disse Alejandra. “Foi incrível. Foi o melhor presente que uma mãe pode receber”, continuou.

Ela disse que ainda não acredita que voltou para casa e está perto dos seus entes queridos. “Sinto que ainda estou sonhando”, disse.

Ela agradeceu à administração Biden pela reunificação e ao Deputado Darren Soto (D) e seu advogado, Andrea Martinez, por nunca desistir de lutar para trazê-la para casa.

Por mais animada que estivesse por estar de volta para casa, ela disse que entendia que a liberdade condicional humanitária não é uma solução permanente.

Sob esta liberdade, Alejandra pode ficar nos EUA por pelo menos um ano. Pode ser renovado, mas se não for, pode significar deportação.

Soto disse que a sua lei apoiaria a imigrante e outros cônjuges militares.

Se aprovada, permitiria aos juízes considerem um cônjuge de um membro do serviço militar, ativo ou veterano, para deliberar sobre um caso de imigração. “Isso permitirá que Alejandra planeje uma cidadania e muitos outros cônjuges de militares que estão presos no processo”, disse Soto. “Acredito que este é o momento em que o atual governo tem o poder e o coração para mudar as leis de imigração atuais”, disse a mulher. “Estou muito feliz e emocionada, mas não posso fazer meus filhos passarem de novo pelos danos psicológicos e pela crueldade que sofreram há três anos. Vou continuar lutando para garantir meu lugar aqui”, finalizou.

Apoiem os Pequenos negócios. Mantenha a economia girando!

DENTISTA JOHN PALLOTTA- Fazemos limpeza profunda, limpeza comum, coroas, venneers. Estamos localizados  no 19 Muzzey Way, 3rd floor, Lexington (MA). Ligue: (978) 230-9630.

ADVOGADO STEPHEN BANDAR- Imigração e naturalização, reparo de crédito, problemas com débitos, notário público, DUI e cortes.  Estamos localizados  no 2000 Mass Ave., suite 2, Cambridge (MA). Ligue: (617) 354-3434.

VITÓRIA MEAT MARKET- Loucura nas promoções da Vitória Market. Venha e confira você mesmo. Açougue, pães de queijo, pães de sal, frutas, verduras, biscoitos e muito mais. Estamos em promoção!  Temos 5 localizações para melhro lhe atender: Everett, Revere, Peabody, Allston e Lynn. Ligue: (617) 381-4593.

BRZ Insurance- A corretora de seguros #1 dos Brasileiros na Nova Inglaterra. Aceitamos carteira do Brasil e de outros estados. Trabalhamos com todos os seguros: Seguro de casa, Carro, Moto, Barco, e Jet Ski, Caminhões, General Liability e Workers Compensation. Entre em contato conosco via Whatsapp ou visite a localidade mais próximo de você em Malden ou Famingham: www.brzinsurance.com ou Whatsapp: (508) 603-6777 ou  Phone: (508) 603-6777 ou  Email: [email protected]

Fonte: Brazilian Times

Comentários Facebook