Detidos do ICE com covid-19 são obrigados a comparecer a audiências na FL

Os imigrantes detidos no sul da Flórida estão sendo obrigados a comparecer a audiências judiciais com outros imigrantes, mesmo que tenham COVID-19, confirmaram duas fontes do Departamento de Justiça ao Miami Herald na última quarta-feira, 23.

A notícia de que detentos com o coronavírus estão sendo retirados do isolamento para comparecer a audiências judiciais foi revelada na manhã de quarta-feira durante uma audiência no tribunal de imigração de Miami no centro de detenção Krome, em West Miami-Dade.

Em todo o sul da Flórida, por causa da pandemia, alguns detidos estão comparecendo pessoalmente perante um juiz e outros por vídeo.

Em um dos casos, um detido venezuelano – que apareceu no tribunal de Krome em vídeo do Centro de Detenção do Condado de Glades em Moore Haven – disse à juíza Maria M. Lopez-Enriquez durante a audiência que ele tinha COVID-19 e que foi retirado de uma cela de isolamento para assistir à sua audiência de imigração. O centro de detenção de Glades é operado pelo Gabinete do Xerife do Condado de Glades sob contrato com a Imigração e Alfândega dos EUA.

A juíza questionou o tenente do condado de Glades sobre o motivo pelo qual o detido foi levado à audiência – onde dezenas de detentos do ICE fazem fila no centro de detenção para ver um juiz em vídeo – o tenente disse que estava apenas cumprindo ordens e que todos os detidos, independentemente de suas condições médicas, devem comparecer às audiências judiciais, de acordo com as instruções que recebeu.

O relato de quarta-feira foi confirmado por duas fontes federais fisicamente presentes na audiência do tribunal privado em Krome em Miami-Dade, bem como dois advogados de imigração que também estavam presentes.

Uma ação judicial coletiva está em andamento no tribunal federal de Miami desde meados de abril, e busca a libertação de milhares de detidos da imigração que estão ou foram detidos no Krome Processing Center em West Miami-Dade , no Broward Transitional Center em Pompano Beach e no Glades County Detention Center desde o início da pandemia.

Na terça-feira, os dados do ICE mostraram que 182 detentos tiveram teste positivo para COVID-19 em Krome, 146 tiveram teste positivo em Broward e 165 em Glades.

A juíza Maria M. Lopez-Enriquez pediu explicações ao U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE) que respondeu que “não pode falar especificamente sobre o processo, tendo em vista que há litígios pendentes sobre este assunto (COVID), assinou o porta-voz do ICE no sul da Flórida, Nestor Yglesias.

Mimi Tsankov, juíza de imigração de Nova York e porta-voz regional da Associação Nacional de Juízes de Imigração – o sindicato que representa os juízes de imigração nos Estados Unidos – disse que os juízes “têm problemas consistentes com a falta de transparência da agência e comunicações ineficazes com os juízes sobre saúde e segurança nos tribunais durante a pandemia. ”

Related Images:

[See image gallery at gazetanews.com]

O post Detidos do ICE com covid-19 são obrigados a comparecer a audiências na FL apareceu primeiro em Gazeta News: O maior Jornal Brasileiro da Florida, nos EUA.

Fonte: Gazeta News