George Floyd é enterrado em Houston; policial tem fiança estipulada em US$ 1 milhão

Milhares de pessoas se despediram de George Floyd hoje em Houston, cidade onde cresceu. A morte do afro-americano em 25 de maio provocou duas semanas de protestos em todo o mundo contra o racismo e a violência policial.

Políticos, ativistas de direitos civis, atletas e atores compareceram à igreja Fountain Praise, que recebeu o caixão dourada para a última cerimônia de despedida pública de Floyd, cuja morte aos 46 anos provocou as maiores mobilizações nos Estados Unidos desde o assassinato de Martin Luther King Jr. em 1968.

Homenagens 

Em uma mensagem gravada em sua casa, onde se mantém em confinamento contra o coronavírus, o candidato democrata à Casa Branca, Joe Biden, disse que chegou a hora da “justiça racial”. “Nenhuma criança deveria perguntar aquilo que tantas crianças negras tiveram que se perguntar por gerações: ‘Por que, por que papai se foi?’”, acrescentou o ex-vice-presidente de Barack Obama.

A família de Floyd, que decidiu usar branco para a cerimônia, entrou na igreja usando máscaras e acompanhada pelo reverendo Al Sharpton, um ativista dos direitos civis encarregado pelo principal discurso religioso da homenagem. O local foi limitado a 500 pessoas a fim de garantir o maior distanciamento social.
devido ao coronavírus.

O parlamentar pelo Texas Al Green disse durante a cerimônia que George Floyd “mudou o mundo”. “Vamos fazer que o mundo saiba que ele fez a diferença”, afirmou. Ontem, aproximadamente 6.000 pessoas compareceram à igreja Fountain of Praise no Texas para se despedirem de seu caixão dourado. Foi no mesmo dia em que o policial branco acusado de assassinato em segundo e terceiro grau por sufocá-lo em Minneapolis compareceu diante de um juiz, que estabeleceu uma fiança de US$ 1 milhão.

Alguns dos presentes aproximaram-se do corpo se esbarrando e outros curvaram-se colocando um joelho no chão – um sinal de protesto contra a violência policial – para homenagear Floyd, de 46 anos, cuja morte deu início às mobilizações mais importantes nos Estados Unidos desde o assassinato de Martin Luther King Jr. em 1968.

“Já basta. Qualquer pessoa que tenha filhos e que tenha coração pode sentir esta dor. Tem que haver mudanças. Todo o mundo deve ser tratado igual”, disse à AFP Shiara DeLoach, moradora de Houston que não poderá comparecer à cerimônia de despedida.

Fiança de 1 milhão

A justiça de Minneapolis decretou esta segunda-feira 1 milhão de dólares de fiança, para que o ex-policia branco Derek Chauvin, que assassinou o afro-americano George Floyd a 25 de maio, possa aguardar o julgamento em liberdade condicional

Derek Chauvin de 44 anos, foi ontem ouvido pela primeira vez em video-conferência, a partir da prisão de alta segurança de Minnesota, onde se encontra desde 29 de maio e a próxima audiência foi marcada para 29 de junho. Com informações da AFP. 

Related Images:

[See image gallery at gazetanews.com]

O post George Floyd é enterrado em Houston; policial tem fiança estipulada em US$ 1 milhão apareceu primeiro em Gazeta News: O maior Jornal Brasileiro da Florida, nos EUA.

Fonte: Gazeta News