Coronavírus: Aeroporto Internacional de Miami passa a ter estação de quarentena

Miami – com seu grande número de viajantes internacionais – é uma das 20 cidades dos Estados Unidos escolhida para ter uma estação de quarentena do coronavírus no Aeroporto Internacional da cidade.

O surto do misterioso coronavírus está se espalhando rapidamente e nesta terça-feira, 28, as autoridades de saúde pública dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças adicionaram Miami à crescente lista de cidades que possuem estações de quarentena em seus aeroportos para conter o surto.

Agora, além dos cinco iniciais que já estavam fazendo exames nos passageiros, outros 20 aeroportos e também entradas por vias terrestres irão fazer.

A estação de quarentena de Miami está localizada no Terminal D. Sua jurisdição inclui todos os portos da Flórida, Alabama e Mississippi, além de portos de pré-liberação nas Bahamas.

Milhões de pessoas em circulação na Flórida

A preocupação das autoridades é porque o Aeroporto Internacional de Miami é um dos mais movimentados do país. Em 2019, mais de 20 milhões de passageiros internacionais passaram pelo aeroporto. Além disso, uma inundação de turistas, nacionais e internacionais, é esperada esta semana para o Super Bowl.

“Os próximos dias e semanas provavelmente trarão mais casos, incluindo a possibilidade de disseminação de pessoa para pessoa”, afirmou Robert Redfield, diretor dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças, em entrevista coletiva em Washington DC. “Nosso objetivo é para conter este vírus e impedir a propagação sustentada do vírus em nosso país”.

Paciente é transportado para hospital de Hong Kong na China. Foto: Reuters.

Estação de quarentena

Em Miami, a estação de quarentena é composta por pessoal que avalia a saúde dos viajantes que chegam de avião e que parecem doentes, como parte de um programa abrangente para limitar a propagação de doenças contagiosas nos EUA. Os indivíduos doentes podem ser transferidos para salas de isolamento nas instalações de quarentena ou a agência pode enviá-los para atendimento em hospitais.

Cinco casos no país

Até o momento, cinco indivíduos foram confirmados com coronavírus nos EUA, todos que haviam viajado recentemente para Wuhan, onde o vírus se originou e mais de 100 pessoas morreram e mais de 4.500 apresentam sintomas. Nenhum desses casos está na Flórida. O caso confirmado mais próximo é em Illinois.

As autoridades de saúde disseram que trabalharam rapidamente para desenvolver um teste de diagnóstico a ser aplicado em casos suspeitos nos aeroportos.

Mais de 100 pessoas foram testadas e aguardam resultados nos EUA, incluindo um estudante da China com sintomas de gripe que participou de uma Conferência das Nações Unidas em Yale com 1.400 estudantes do ensino médio no fim de semana, incluindo muitos do sul da Flórida.

Até o momento, o número de mortos pelo coronavírus subiu para 106 na China e há mais de 4.500 pessoas infectadas, o que levou vários países como Estados Unidos, França e Japão a se mobilizarem para retirar seus cidadãos de Wuhan, região que é o epicentro da epidemia.

O post Coronavírus: Aeroporto Internacional de Miami passa a ter estação de quarentena apareceu primeiro em .

Fonte: Gazeta News

Comentários Facebook