México vai vacinar imigrantes para acelerar reabertura de fronteira com os EUA

As autoridades do Estado mexicano de Baja California anunciaram que vão incluir migrantes no plano de vacinação contra a covid-19. A medida visa acelerar a reabertura da fronteira terrestre com o Estado norte-americano da Califórnia. O secretário estadual de Saúde, Alonso Óscar Pérez, disse à Reuters que os migrantes poderão se vacinar em dias pré-determinados em cidades fronteiriças.

São nesses municípios que muitos migrantes vindos da América Central ou de outras regiões esperam para cruzar a fronteira com os Estados Unidos. Segundo a agência de notícias, ao menos 1.000 migrantes estão acampados nas proximidades da ligação entre a cidade de Tijuana, no México, e os EUA. Abrigos locais estimam que 4.000 migrantes estejam na Baja California à espera da travessia. Na última semana, o governo mexicano apresentou ao secretário de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Alejandro Mayorkas, um plano de vacinação maciça em cidades da fronteira.

As ligações por terra entre os dois países estão fechadas. É possível cruzar apenas por motivos considerados essenciais, como trabalho ou transporte de mercadorias. O México recebeu dos Estados Unidos, na última 3ª feira (15.jun.2021), 1,35 milhão de doses da vacina anticovid da Janssen. Essas doses devem ser aplicadas em 39 municípios de Estados fronteiriços. Segundo dados do Our World in Data, 20,85% dos mexicanos receberam ao menos uma dose de alguma vacina contra a covid-19 e 12,06% estão completamente imunizados. Os Estados Unidos estão mais avançados na vacinação. Dados do CDC (Centros de Controle e Prevenção de Doenças) mostram que 53,1% já receberam ao menos uma dose e 44,7% estão totalmente imunizados contra a covid.19. // Poder360.

Fonte: Brazilian Press

Comentários Facebook